Ederson é uma boa opção para o o City de Guardiola?


Ederson Moraes foi confirmado como reforço do Manchester City.

Por 51,5 ou 40 milhões de euros, é sempre um bom negócio para as finanças do Benfica.

A verdade é que o Benfica perde um dos melhores jogadores da equipa, para mim o melhor da Liga NOS 2016/17.

O sobrinho de Artur Moraes é o mais recente vulto de uma série de excelentes guarda-redes benfiquistas: Oblak tornou-se um esteio no Atlético de Madrid como já tinha sido no SLB; Júlio César mostrou, pelo menos até à entrada de Ederson no 11, que ainda tem um nível elevadíssimo.

Neuer e Courtois são, a meu ver, os guarda-redes mais fiáveis do Mundo.

Creio que Ederson integraria um top-10 mundial de guarda-redes e ainda só tem 23 anos, o que em proporção é inferior a um jogador "de campo", pelo que é provavelmente um dos GR com maior projecção. 40 milhões de euros é muito e pouco, mas é um fantástico negócio para ambas as partes.

Ontem ouvi Rui Malheiro dizê-lo e concordo: não há memória de um guarda-redes tão talentoso a jogar com os pés. O seu passe longo é forte e muito preciso, basta lembrarmo-nos do passe a isolar Jiménez no peúltimo jogo do campeonato!

Entre os postes tem reflexos apuradíssimos, mas ainda estará a um degrau abaixo de Oblak - por exemplo - a nível de consistência.

A aposta do Manchester City suscita-me uma dicotomia de sentimentos: por um lado é perfeito para Guardiola contar com um dos melhores "redes" a jogar com os pés, por outro o seu ponto forte é o passe longo, não a troca de bola com os defesas. O mais difícil ele tem, conseguirá o catalão moldá-lo para se tornar completo na sua ideia de jogo?