Sporting ganha Battaglia, quem ganhará a "guerra"

Por "guerra" entenda-se o negócio.

Rodrigo Battaglia é um médio que subiu "a pulso" em Portugal  Formado no Huracán e projectado pelo Racing Avellaneda, Despontou no empréstimo ao Moreirense, há duas épocas e afirmou-se em Chaves, regressando a meio da época, pela mão de Jorge Simão.

Trata-se de um médio transportador de jogo, com qualidade técnica em progressão, mas que se evidencia mais pela dimensão física. Tenho algumas dúvidas sobre a sua adaptação a uma ideia de jogo assente em organização ofensiva e materializado em ataque continuado, até porque no Sporting de Braga - que era muitas vezes "obrigado" a atacar dessa forma - não confirmou a consistência e evolução que vinha evidenciando anteriormente.

Numa política de aposta em jogadores para "crescer" na sombra da equipa principal - terá de evoluir técnica e tacticamente, apesar dos seus 25 anos - parece-me uma política melhor do que a que levou à contratação de Meli - que até me parecia um jogador com maior potencial, mas cuja aposta foi quase nula - na época passada, pois esse exigia um maior período de adaptação porém, se a ideia é ser lançado no 11 habitual em caso de saída de Adrien, parece-me uma expectativa demaiado optimista.

Relativamente ao Braga, além de um encaixe muito bom para a sua realidade - mais do dobro da estimativa de mercado do argentino -, ainda garante 1/5 do valor de uma eventual futura transferência e, sobretudo, 2 laterais de grande qualidade!

Jefferson é, com Layún e Pizzi, um dos jogadores com maior precisão no cruzamento, na Liga NOS. Na minha óptica não é pior que Marvin Zeeglaar na cobertura defensiva e é superior ofensivamente, pelo que é um tremendo reforço para os bracarenses.

Ricardo Esgaio é um lateral/ala com grande margem de progressão: tem estagnado um pouco por falta de minutos, mas deu sinais de evolução defensiva nas poucas aparições de 2016/17; parece-me um lateral veloz e com boa técnica no transporte de bola sendo que, se continuar a progredir tacticamente e afinar o cruzamento poderá. com a regularidade que deverá ter em Braga. chegar a um nível próximo ao de um Ricardo Pereira, cujo perfil é idêntico.

Veremos como se saem estes 3 jogadores...